22 de junho de 2016

Painel dos desesperos de Ichigo




Eu inicialmente não pretendia fazer uma postagem comentando sobre os quadros nos quais Ichigo aparece tendo flashbacks de momentos onde ele estava desesperado, pois não queria me igualar aos IR’s que praticamente toda semana lançam uma desculpa nova para o envolvimento que Ichigo e Orihime andam tendo, mas andei pensando melhor e resolvi comentar sobre, pois omitir os tais flashbacks soa como se eu estivesse fugindo do assunto, quando não estou!

Antes de tudo, preciso dizer que quando vi aqueles painéis eu fiquei enfurecida, pois não colocaram a cena de desespero de Ulquiorra! Foi um dos momentos mais tensos em todas as lutas de Ichigo e consideravelmente a predileta de muitas pessoas e comparando o momento da batalha entre Ichigo e Ulquiorra e os demais momentos do flashback, não tem como não achar aquilo um absurdo; aqueles momentos com certeza eram momentos de desespero para Ichigo, mas a batalha do ruivo com o espada merecia mais atenção que elas!







































Quando eu me tranquilizei mais, fui tirar uma dúvida no google. O verdadeiro significado de desespero. Até então, sempre achei que desespero fosse sinônimo de uma pessoa descontrolada a mercê de grandes problemas. Não vou negar que eu senti um pouco de vergonha por não saber seu verdadeiro significado, uma palavra tão simples e eu sempre interpretei seu significado de outra forma?
Significado, vide: http://imgur.com/vnrTTAw
Como vocês podem ver, desespero significa um tremendo desânimo, onde a pessoa não consegue ter reação e não vê saída, uma profunda falta de esperança. Dessa maneira, compreendi porque as cenas do Ulquiorra não foram mostradas, apesar de ainda me sentir frustrada por isso, e vocês vão entender o porquê.
Antes de falar sobre o teor das cenas do flashback de Ichigo, quero convidar vocês a questionarem o motivo delas serem estrategicamente colocadas. Para os IR’s, houve uma hierarquia nelas, onde o momento de maior desespero na vida do ruivo foi no momento em que ele perdeu a mãe e o segundo momento de ver Rukia indo embora. Para mim, ao buscar cada cena houve uma conveniência de ordem, isso porque as memórias foram colocadas em ordem decrescente, indo dos flashbacks’s de desespero mais recentes aos mais antigos.

Cena 1, capítulo 541.
Cena 2, capítulo 458.
Cena 3, capítulo 407.
Cena 4, capítulo 406.
Cena 5, capítulo 178.
Cena 6, capítulo 56.
Cena 7, capítulo 19.



























O mais engraçado foi ver Ichirukis tentando quebrar a cronologia que Kubo fez, para não afastar o argumento hierárquico que inventaram. Ao invés de mencionarem o capítulo 18, primeira cena onde mostra Masaki morta, mostraram o flashback desse mesmo momento no capítulo 537! Aliás, a imagem que Kubo usou no flashback justamente foi do capítulo 19, pois a do 537 está com um traço novo.
Não existe hierarquia, o que houve foi uma intercalação de imagens cronologicamente postas em perfeita ordem descrescente! Se querem usar algum argumento, digam que o quadro foi maior, embora tenha falhas nesse argumento. Todas as cenas do primeiro painel era cenas pequenas e retangulares, quando não, grandes, mas retangulares, já as cenas da Rukia e da Masaki, eram maiores e estreitas, precisavam de mais espaço e elas só estavam juntas, pois eram as memórias mais antigas de Ichigo.
Agora vamos analisar cada cena e entender o desespero que Ichigo sentia, que como disse foi falta de esperança, Ichigo se via sem saída.

Cena 1, capítulo 541


 Ichigo descobre que o Zangetsu é sua parte quincy e nisso ele revela que em momentos de grande apuro, Ichigo invocava seu lado hollow. Ichigo se mostra frustado e sem reação, fica simplesmente parado e pergunta por quê? Não é um verdadeiro momento desesperador, mas uma das qualidades do desespero é ficar sem ação.
Cena 2, capítulo 458 


Traição de Ginjo. Após toda sua familia, amigos e pessoas próximas terem suas memórias deturpadas, Ichigo fica verdadeiramente abalado, desanimado, sua única esperança é lutar, então ele obtém os poderes fullbrings, mas no capítulo 458 ele perde todos eles. Ele não podia mais lutar, ele não podia fazer mais nada, ele não tinha mais esperança de poder fazer alguma coisa, ele estava em desespero.
Cena 3, capítulo 407


Essa vou até mostrar com cenas do mangá.








































Vejam, Ichigo praticamente tinha desistido de lutar, por achar Aizen forte demais, ele não tinha mais esperança de vencê-lo, ou seja, estava desesperado.














































































































Não era necessário eu colocar o momento onde Ichigo era animado por Isshin, mas vi tanto IR dizendo que Isshin nunca foi capaz de animar Ichigo que eu fiquei perplexa diante tanta alienação, por isso resolvi mostrar que Isshin já foi sim, responsável por animar Ichigo.












Cena 4, capítulo 406



Gin fala de todo o poder de Aizen para Ichigo e o mesmo abaixa a cabeça sem reação, esse foi o começo do desespero que se tornou mais latente no 407, como vocês puderam ver logo acima.

Cena 5, capítulo 178

Não preciso dizer muita coisa dessa. Aizen derrota Ichigo e ele fica deitado no chão vendo o ex-capitão indo embora, para o Hueco Mundo. Ali, Ichigo foi completamente derrotado, sem nenhuma chance de vitória. Não há o que se dizer, ele estava desesperado.

Cena 6, capítulo 56

Ichigo é completamente derrotado por Byakuya e fica a mercê da morte e o pior de tudo ainda foi ver sua amiga indo embora, para seu julgamento, e não poder fazer nada. Ele não tinha esperança de poder fazer alguma coisa, depois de ver a força de Byakuya, o que ele poderia fazer?

Cena 7, capítulo 19

Não preciso nem tecer comentários sobre à morte da Masaki. O que Ichigo sentiu ali, foi muito mais que desespero, foi tristeza, horror, culpa... talvez ele jamais sinta tantas emoções ao mesmo tempo.

Analisando cada capítulo vocês perceberam o significado de desespero? É a falta de ação, a entrega à desistência. Todas as cenas têm esse ponto em comum, por isso muitas delas foram omitidas da lembrança de Ichigo, como nos primeiros capítulos onde sua família foi atacada, como na vez que ele viu Orihime,Tatsuki e Chad feridos ao mesmo tempo (ele sentiu raiva de Yammy), como na vez que Rukia foi atacada pelo Grimmjow (raiva de Grimmjow) e na vez que ela foi dada como morta por Ulquiorra (ele não acreditou em Ulquiorra). Ichigo nunca perdeu as esperanças nos amigos nesses momentos, pois ele sempre correu atrás para protegê-los e sempre teve pulso de aço para não deixar que eles morressem, ele nunca se deu ao luxo de perder as esperanças quando as pessoas próximas a ele corriam risco de vida, nem na cena da Rukia no capítulo 56 ele sabia que ela corria de fato risco de vida, pois Renji menciona que ela passaria por um julgamento - ele foi confirmar a pena de morte com Urahara -.
Todas às vezes que Ichigo perdeu as esperanças, esse sentimento foi ligado simplesmente a sua falta de reação, desistência e desesperança e por isso não se deve confundir esse sentimento com à raiva de Ichigo pelos seus oponentes, sua tristeza pelas memórias ruins (com exceção do caso de Masaki), a culpa pelas consequências de seus atos...

Por isso que passei a entender o motivo de Ulquiorra não estar nas memórias de Ichigo. Ichigo nunca perdeu as esperanças de vencer o espada!





































Pra finalizar gostaria de comentar sobre certos comentários haters. Acredito que a pessoa em questão que falou os tais comentários haters, tenha feito sua análise muito rapidamente, pois ao menos embaso seus argumentos. Ela fez um deboche - bem infantil -, sobre Ichigo nunca ter se desesperado com Orihime, nem ao menos quando ela supostamente traiu a todos e se juntou aos arrancars. É verdade que Ichigo não se desesperou, mas é porque ele nunca perdeu suas esperanças em Orihime, ele nunca deu o braço a torcer quando ela estava em jogo, ele nunca desistiu de Orihime. por isso ele nunca se deu ao luxo de se sentir desesperado, Orihime é importante demais para ele, para que ele sinta esse tipo de sentimento e perca a razão, por isso sem pestanejar e sem precisar de ajuda de ninguém, Ichigo decidiu por conta própria ir atrás de Orihime. O mesmo ocorre com seus parentes, Ichigo nunca se deixou desesperar por eles, mesmo quando eles correram risco de vida!
Ele se desesperou sim, na partida de Rukia, mas já pararam para pensar que isso não é algo tão bom assim? Desespero é a falta de esperança. Ichigo tinha perdido as esperanças em Rukia - até porque ele não tinha poder para salvar a baixinha -, mas adivinhem quem deu esperanças ao ruivo nesse momento? Orihime. Graças a ela - embora eu acredite que alguma hora Ichigo cairia na real e iria salvar Rukia -, que o protagonista recuperou sua esperança e procurou Urahara para treinar.


Comente com o Facebook: