17 de fevereiro de 2016

Vamos falar da relação entre Ichigo e Rukia?



A amizade sempre foi uma das relações mais preciosas no mundo mangá, pois isso nada mais é que um reflexo da cultura japonesa. Aliás, estou sendo generosa, amizade com certeza é o laço mais valorizado no mundo mangá.

Temos a seguinte reflexão. Qual o gênero mais famoso dos mangás? Shounens.

Quais os laços principais que esse genêro nos prega? Amizade.

E como são desenvolvidos às relações românticas? Existe romance em shounen, porém este é um laço menos desenvolvido nas estórias. Geralmente os mangakás deixam para formar um casal somente no final da série, mas mesmo quando não fazem isso (ou seja o casal é formado antes do fim) a relação é pouco trabalhada. Até mesmo em Fairy Tail onde os casais são bem desenvolvidos, temos à amizade como principal relacionamento.

E porque à amizade é tão valoriza? Em um país tão pequeno e com um histórico tão devastador (desastres como terremotos e tsunames) às pessoas precisavam ficar unidas em prol do bem maior e por isso à amizade e a sabedoria se estabeleceram de uma forma tão mais grandiosa que o restante das relações. Em outras palavras amizade e sabedoria são primados maiores que devem ser valorizados, justamente porque são aspectos culturais dos nipônicos.

A amizade atualmente ainda é mais valorizada que outrora, por conta da baixa intimidade entre homens e mulheres. Hoje em dia inclusive existem programas que pagam aos jovens para saírem e conhecerem pessoas do sexo oposto (acreditem isso é real) pois a natalidade é bem pequena na Terra do Sol Nascente. Há quem diga que o Japão se extinguirá daqui algum tempo, pois definitivamente eles pararam de ter filhos.

Uma curiosidade sobre o valor da amizade: Os principais provérbios japoneses são sobre amizade, só perdem em quantidade para os de sabedoria.

Voltando para os relacionamentos no mangá: Basicamente quase todo shounen é fundamentado pelo par protagonista.


Rukia foi feita para ser a protagonista de Bleach, porém como uma protagonista mulher em geral não é bem aceita (puro machismo) em estórias, Kubo teve que reformular suas ideias, criando assim Ichigo e deixando a baixinha como segunda protagonista.

Fiz Ichigo moreno, mas como o contraste dele com Rukia não ficou legal, mudei isso.
Foi basicamente isso que Kubo Tite disse. Ele não fez menção a casal, coisa que foi mal interpretada e que volta e meia ouço. "Kubo fez Ichigo ruivo porque Kubo não gosta de casais com a mesma cor de cabelo". Não meus caros, ele mudou a cor de cabelo de Ichigo para contrastar com Rukia.

E sabe o que é curioso nesse fato? Kubo não se deu ao trabalho de negar a relação romântica entre Ichigo e Orihime no piloto de Bleach. Com base no piloto, Ichihime sem dúvidas seria cannon.

Mas o que quero contastar é outra coisa. Kubo realmente fez Ichigo e Rukia para combinarem. Seja na cor de cabelo, seja pelos seus mundos, seja pelo fato de um ser homem e a outra ser mulher (esse jogo de oposições já era real mesmo na época onde Ichigo e Orihime ditos como cannon, pelo piloto). Isso porque em basicamente todos os shounens os protagonistas sofrem por termos de oposição.


  • Goku e Vegeta: O primeiro é bom o segundo mau. Suas cores laranja e azul são formas de oposição. Além disso compartilham além da rivalidade, uma peculiar amizade. *Bulma é protagonista da ala feminina.

  • Naruto e Sasuke: Amigos e inimigos. Um loiro outro moreno. Seus clãs são rivais e também amigos históricos.

  • Natsu e Gray: Um tem cabelo rosa o outro é moreno. Um domina o fogo o outro domina o gelo.

  • Shurato e Gai: Inicialmente Shurato e Gai eram amigos, mas eventuralmente tornaram inimigos. Ambos são representados como opostos. Shurato é moreno, Gai tem cabelo branco, Shurato é temperamental e Gai sério. Shurato tem a cor branca como principal destaque em sua armadura, enquanto Gai tem o vermelho.

  • Ryuuko e Satsuki: Rivais durante quase todo o anime. Uma representada pelas cores preto e vermelho e outra pelas cores branco e azul.

  • Podemos ainda mencionar que em Naruto Sakura foi feita pra contrastar com Sasuke e Naruto em cores mais femininas e em Yuyu Hakusho Botan sofre o mesmo contraste com Yusuke.


O que quero esclarecer com essa reflexão é que é perfeitamente normal esse contraste entre personagens principais. Contrastar personagens protagonistas além disso é muito mais importante do que contrastar casais, afinal eles são os principais!
Kubo ainda foi além do mero contraste. Ele fez de Rukia o oposto de Ichigo, sendo esta uma mulher.
O mangaká em si já recebe mérito por usar bastante mulheres em Bleach. Em geral mulheres não levam muito atenção em shounens, mas Kubo fez diferente, ele inovou.
Em Bleach temos várias guerreiras fortes! Nelliel, Rukia, Yoruichi, Tier Harribel e mais outras tantas mulheres que recebem atenção.
Vendo tantos nomes conseguimos enchergar o brilhantismo de Kubo ao criar Rukia: Uma protagonista mulher pra atuar ao lado do protagonista. E assim começou Bleach.
Rukia é uma personagem que gosta do seu status e posição. Ela lutou para ser uma shinigami e consequentemente para ser uma tenente e por vezes bateu no peito orgulhosa por ser uma Kuchiki. Não é atoa que ela sempre inicia uma conversa aclamando os grandes Kuchikis.
Ai eu pergunto, vocês acham que ela abandonaria tudo que conquistou para ser uma humana e consequentemente uma dona de casa? Pois não sei se vocês notaram, mas praticamente em todos os shounens (e shoujos) às personagens acabam sendo donas de casa (machismo bobo). Não desmerecendo uma mulher que cuida da família, mas essa posição combina com a guerreira nobre que Rukia é?

E Ichigo? Ichigo nunca negou que gosta de ser shinigami substituto, mas sua vida pertence ao mundo humano.
O protagonista ama sua família e amigos, gosta de trabalhar e praticar atividades como jogar futebol e vocês acham mesmo que ele abandonaria tudo isso pra viver na Soul Society?

Nem Ichigo e nem Rukia seriam capazes de sacrificar às coisas que conquistaram em suas vidas e é justamente por isso que eles estão destinados a não ficarem juntos. Nos dois casos anteriormente mencionados, a junção de suas vidas simplesmente não bate. Entra em conflito.

E se por acaso Ichigo e Rukia ficassem juntos seria a coisa mais controversa da série. Um verdadeiro paradoxo.
Rukia não irá se tornar humana. Ela nasceu em Bleach como shinigami, se ela se tornasse humana tudo que ela representa iria por água abaixo. Fazer da protagonista aquilo que ela não representa (no caso uma humana), é ir contra sua própria essência. Rukia só é Rukia por ser uma shinigami, aquela que concedeu poderes a Ichigo.
E quanto a Ichigo? O shinigami-substituto, nada mais e nada menos que isso. Ele não é simplismente um humano ou shinigami, Ichigo é os dois e é por isso que ele é especial. A ideia de tornar ele um shinigami completo é inviável. Ele perderia aquilo que o difere! Assim como a essência de Rukia é ser uma shinigami, a essência de Ichigo é ser um shinigami-substituto. Se por acaso qualquer um dos dois se tornasse aquilo que não fazem deles únicos, Bleach não seria mais Bleach, pois a série se fundamentou na Morte e no Morango e não em pares iguais.
Se os protagonistas perdessem aquilo que fundamentou a estória em que eles foram criados, sem dúvidas teríamos um desvio de finalidade em Bleach.

Reflitam sobre os protagonistas das estórias que vocês conhecem. Maior parte deles não perde aquilo que fazem deles únicos. Seja suas origens, principais características ou sonhos.
Existem coisas que não não pode mudar em uma história e a principal delas é o que deu fundamento para ela.
Rukia perderia mesmo aquilo que à torna única e Ichigo faria o mesmo? Eles são os protagonistas de uma série. A responsabilidade de ambos manterem suas essêcia é maior que os demais, o que atesta ainda mais o fato que de que eles não perderão aquilo que fazem deles especiais. Isso seria macular a proposta de Bleach.
A primeira parte dessa análise serve para discutir um assunto fora do foco, muitas vezes banalizado. A relação entre amigos é muitas vezes mais aclamada do que o amor. É interessante invocar o comentário que Morita, seiyuu de Ichigo falou em uma entrevista sobre o Fade To Black:
"O sentimento invisível entre Ichigo e Rukia é desenhado".
Parece meio decepcionante ler isso, mas não é. Morita é um Ichihime assumido e mesmo sendo um Ichihime assumido ele não nega a relação entre Ichigo e Rukia e isso já diz por si só afirma que nem tudo pode ser valorizado como argumento ou algo romântico. (vide análise: http://mundoichihime.blogspot.com.br/2015/10/verdade-cada-vez-mais-destacada.html)
Não é por que dois personagens não vão ficar juntos que eles não sejam importantes um para o outro, pelo contrário! Um shounen sempre acaba se inclinando muito mais para amizade do que para o romance, justamente porque é um aspecto cultural dos japoneses valorizar mais a amizade do que o romance, dessa forma é perfeitamente cabível que Morita, um Ichihime assumido, diga coisas sobre Ichigo e Rukia. 

No ponto de vista japonês uma relação afetiva entre amigos é muitas vezes mais atraente que a relação romântica, o reflexo disso é evidenciado diretamente no gênero de mais sucesso no país, que é o shounen. O mais interessante sobre isso é que de fato isso é verdade!
Em Naruto, Sakura e Naruto passaram muito mais tempo um do lado do outro, do que passaram com seus parceiros e em Yuyu Hakusho ocorre a mesma coisa. Genkai e Botan ficaram muito mais tempo ao lado de Yusuke do que Keiko! E o que dizer de Goku e Bulma?
O fato é que é perfeitamente cabível uma aproximidade maior entre protagonistas do que a mesma proximidade deles com seus pares românticos, afinal a estória gira em torno deles! O contraste de Rukia e Ichigo só é mais um reflexo daquilo que faz deles os principais.
O que Kubo Tite tem feito até hoje em Bleach está longe de ser um mistério. O mangaká simplesmente fez aquilo que é cabível a série. Ligar Ichigo e Rukia é normal, fazer contraste deles também é normal, porém nunca houve nada de concreto que firmasse a ideia de que um amava o outro e é nesse sentido que os IR's acabam se confundindo. Se fosse por poemas e ligações, Naruto teria ficado com Sasuke, mas não é sobre esses termos que os personagens se tornam um casal. Em todo caso deve existir uma prova evidenciando que pelo menos um dos lados se ama e não há essa prova por parte do par protagonista, o que encontramos nessa relação é o reflexo do que são: Protagonistas que de verdade, nutrem uma amizade muito bonita.

"Mas então por que Kubo não fez de Rukia um homem?". Inicialmente era ela quem seria a protagonista, mas a ideia não vingaria bem, pois protagonistas mulheres sofrem um grande preconceito, dessa maneira Kubo teve que mudar seus planos, entretanto o mangaká não queria perder sua grande criação, assim fez de Rukia sua segunda protagonista. Não é difícil imaginar que Kubo queria acabar um pouco com esses esteriótipos, pois é de conhecimento geral que o mangaká aproveita muito bem às personagens mulheres em compação aos outros mangakás.
O interessante dessa observação é que segundo Kubo, ele se inspirou em Yuyu Hakusho, Cavaleiros do Zodíaco e principalmente Dragon Ball! E vejam só, em Yuyu Hakusho, Botan é a protagonista feminina que sofre contraste com Yusuke e o mesmo ocorre com Bulma que igualmente sofre um contraste com Goku. A segunda observação a se fazer sobre isso é que Goku acabou por ficar com alguém da mesma cor de cabelo que ele e Yusuke igualmente.

Uma curiosidade que podemos afirmar é que geralmente em shounens os mangakás não gostam de unir o par protagonista, justamente para não tirar deles sua essência e o termo dos opostos, a exceção sobre isso é quando o par é subentendido como um casal de fato, desde o princípio, como foi o caso de Lucy e Natsu, Kenshin e Kaoru, ao contrário essa situação seria inviável.

Os laços entre Ichigo e Rukia sem dúvidas são muito bonitos, ainda mais porque foi sobre eles que a série se orientou, porém como Kubo nunca evidenciou os sentimentos amorosos dos protagonistas, sua relação como casal é frustrada, ainda mais sobre o fato de serem os principais, pois quando um par protagonista(de sexos diferentes) é destinado a ficar junto existe uma confirmação dos sentimentos deles logo no início, justamente para não criar expectativas irreais.
Em todo caso, eu não me surpreenderia caso Ichigo ficasse com Orihime, mas a cena final dele fosse com Rukia, pois ela foi um ícone em sua vida, sendo ainda a protagonista da série ao lado do ruivo.

Comente com o Facebook: